xat

Aqui encontraremos um pouco da doutrina BDSM , aqui não e um blog de putaria , é um blog para você conhecer sobre o mundo BDSM um pouco de submissão , e técnicas usadas no BDSM para leigos e para pessoas que ja praticam a doutrina ,BDSM não é violência somos contra qualquer tipo de violência praticada contra a mulher , repudiamos esse tipo de pratica , se voce esta aqui no blog então e porque esta interessado (a) em conhecer um pouco da doutrina , pedimos respeito a todas as subs e respeito ao blog também , aprovamos comentareis respeitosos , o respeito é uma regra da vida para se viver , sejam todos bem vindos e aprendam um pouco da arte de dominar

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

MOTIVAÇÕES Crônicas do Mestre Sade


Toda pessoa envolvida no meio BDSM, tem uma razão, um motivo psicológico para tal. E, ao contrário do que a maioria das pessoas de fora pode imaginar, raramente esse motivo está relacionado a algum trauma, pelo menos no caso das pessoas que praticam o BDSM dentro da filosofia do SSC. 
As motivações geralmente giram ao redor de algo que a pessoa precisa para si, algo que a completa ou algo que lhe é necessário. Uma pet, por exemplo, pode ser uma mulher ocupadíssima, repleta de preocupações e cobranças. Quando se torna uma pet, nada lhe é cobrado. Ela passa o tempo da sessão sendo apenas uma cachorrinha, uma gatinha ou outro animal, apenas comendo, sendo cuidada, recebendo atenção. 
Já conheci diversas adeptas de ageplay que lastimam terem tido pouca atenção de seus pais quando eram pequenas. Em uma sessão, completam essa necessidade. Mesmo quando apanham, sabem que essa é uma forma de atenção. Isso lhe dá prazer porque vem ao encontro de uma necessidade psicológica. 

(MestreSade)



Faço dengo, quero chamego, sou toda mimo, quero carinho. Vou bem quietinha, daquele jeitinho, lascívia, como o dono das minhas luxúrias gosta, pronta para me curvar aos seus desejos, satisfazer seus caprichos, me perder em prazer e adormecer saciada em seu abraço.
Rê rhf Código do texto: T5815196

Nas pontas de seus dedos, senti a expulsão dos anjos que habitam minha mente, escancarando a essência de dama pecadora trancafiada em meu corpo. Nas pontas de seus dedos, desarmou-me de pudores e venceu os meus limites, sugando-me as forças e se deleitando aos meus prazeres.
Rê rhf Código do texto: T5813457


Você me ouve gemer, me faz tremer, quer que eu grite. Você tem o poder, o controle do meu querer, as rédias dos meus movimentos. Você usa da sua avidez e me conduz à sua insensatez profana, me engole em prazer, me consome até esmorecer.
Rê rhf Código do texto: T5813543


Permiti ceder-me aos meus desejos obscuros, àqueles que você os desvendou, sem nenhum pudor, vendando minha timidez e desnudando minha insensatez, banhando-me com carinhos lascivos e sensações inexplicáveis. Permiti entregar-me as emoções das quais tentei fugir, mas você conquistou de forma que nunca imaginei existir.
Rê rhf Código do texto: T5813378


Em meus anseios mais secretos, surpreendo-me com desejo em satisfazê-lo, como uma menina matreira, cheia de malícia, mas resignada para receber o carinho que as mãos do meu senhor estão dispostas a me oferecer.
Rê rhf Código do texto: T5812874

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Ensina-me ...
Ensina-me a olhar para o relógio sem contar todos os segundos que me separam de ti, a deixar o tempo passar e os dias a ficarem mais curtos. 
Ensina-me a guardar no coração todos os momentos que tivemos, a lembrar as vezes que me fizeste rir e as noites em que adormecemos juntos.
Ensina-me a acordar a meio da noite sem te ter sonhado nos meus lençóis, a apagar as promessas que não cumpriste e as loucuras que não cometemos.
Ensina-me a secar as lágrimas que teimam em turvar-me o olhar, a sossegar o amor que me rasga o peito e as saudades que sinto na alma.
Ensina-me a calar a fome que sinto da tua pele roçando na minha, a ignorar as tuas mãos na minha carne e os beijos gulosos nos meus lábios.
Ensina-me a dizer Adeus, a deixar-te ir embora de vez, a esquecer o brilho dos teus olhos, o teu sorriso, o som da tua voz e até o teu nome ... 
Ensina-me a esquecer-te ...

Judite Carreira
In Palavras Ousadas de Ju (24-10-2016)

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Venho em busca do seu amor e por isso me entrego totalmente e me curvo ao seu devasso prazer. 
Rê rhf Código do texto: T5795354

Apesar dos pesares, pra você é fácil não me enxergar, me renegar e me usar. Mas, apesar dos pesares, a qualquer momento posso te dar meus olhares, minhas flores, os meus sonhos. Não precisa fazer sentido nem pra mim, nem pra você, apenas te dou o meu sol, meu mar, o meu luar, meu ar. Apesar dos pesares, te dou meus verbos, meus ruídos e meus gemidos, te entrego minha lucidez para que se farte do meu corpo lúbrico, para que apesar dos pesares, eu possa num instante, me iludir com a sua paixão fulminante.
Rê rhf Código do texto: T5800006


Não vou negar, não dá pra fingir, quero te infringir. Te aprisionar em meus fetiches, violar tua mente sã, esfregar minha vulva em tua cara e beijar teu olhar com minha boca íntima e lúbrica. Quero, hoje, ser tua meretriz, me perder na insensatez desse fogo que jorra de minhas entranhas e cair na tentação de te ver engolir o meu prazer.
Rê rhf Código do texto: T5799985


Desnudei-me de corpo e alma para entregar à ti toda minha essência, mas teu ego de macho e tua arrogância de senhoril não o deixou enxergar minha paixão devassa.
Rê rhf Código do texto: T5803844

Escrava dos teus desejos, prisioneira dessa paixão, encontro minha liberdade perdendo-me na perversidade dos teus caprichos.
Rê rhf Código do texto: T5803142